27
Thu, Jun

Ministrado pela nutricionista Heidiane Câmara, o “Projeto Alimentação Saudável” chamou atenção dos estudantes na Unidade de Educação Básica São João, pertencente a rede pública municipal da Educação de Raposa.

Durante o enceramento do projeto foi realizado uma roda de conversa sobre a alimentação preferida das crianças e registrados os alimentos mais consumidos na família.

Heidiane também incentivando os bons hábitos alimentares, além de cuidados como: beber água filtrada, cortar as unhas, lavar sempre as mãos antes das refeições, escovar os dentes após as refeições.

A nutricionista explicou que ter uma alimentação saudável é de grande importância para famílias raposenses. “A criança que não se alimenta de modo correto pode não crescer adequadamente, tendo dificuldades de concentração nas atividades e fraqueza para brincar”, disse.

“Preparamos um Projeto alimentação saudável educação infantil, para promover e incentivar nossos pequenos a mudar seus hábitos alimentares de modo a conscientizar os pais também, devemos nos atentar que alimentação saudável é comer bem e não comer demais. Promovendo o consumo de alimentos saudáveis e a consciência de sua contribuição para a promoção da saúde de forma atraente, lúdica e educativa.”, explicou a secretária de Educação Zélia Cardoso que acompanhou o desenvolvimento da ação.

Esquecido por mais de uma década, a Avenida Principal que corta os bairros da Maresia, Jussara e Vila Pantoja será totalmente asfaltado pela Prefeitura de Raposa em parceria com o Governo do Estado, por meio da segunda Etapa do Programa Mais Asfalto.

Os serviços de terraplanagem estão a todo vapor, e dentro das próximas semanas as vias ganharão asfalto por toda a sua extensão. “Ainda em 2015 quando a prefeita Talita assumiu por algumas semanas o município ela conseguiu junto ao governador Flávio Dino asfaltar boa parte do Jussara, agora seu continuidade a essa feito que muito acreditavam ser impossível”, comentou o secretário de Infraestrutura Fabricio Oliveira.

A obra inédita que vem sendo muito elogiada pelos moradores faz parte do pacote de serviços que a prefeita Talita Laci irá inaugurar no dia 10 de novembro, quando a cidade completa seu 32º aniversário.

O tão aguardado serviço de asfaltamento do município de Raposa começou nesta segunda-feira (11) pela Rua da Paz, no Centro de Raposa. Após mais de dois meses de terraplanagem e drenagem no Porto do Braga, as máquinas da empresa Edeconcil derramaram asfalto na via pública, beneficiada com a segunda etapa do Programa Mais Asfalto.

Todo o trabalho foi acompanhado de perto pela prefeita Talita Laci, que recebeu a visita do secretário de Infraestrutura do Estado, Clayton Noleto e do presidente da Agência Executiva Metropolitana, Pedro Lucas Fernandes. Também participaram do ato de lançamento secretários municipais, vereadores e demais autoridades políticas.

Clayton Noleto explicou que o asfaltamento se estenderá por todo o Porto do Braga bem como a Travessa da Paz (Rua da Lama) e vias transversais.  “Essa obra era aguardada a muitos anos e agora com essa parceria entre prefeitura e governo está sendo executada para melhoras a qualidade de vida das pessoas, é portanto, mais uma intervenção do governo Flávio Dino que vai ajudar na mobilidade urbana”, afirmou.

A prefeita Talita comemorou a conquista e afirmou que o asfalto ganhará outros pontos da cidade, esquecidos pelos seus antecessores. “Hoje o trabalho iniciou na Rua da Paz, quando terminarmos aqui iremos para a Vila Bom Viver, Vila Nova, Cumbique e tantos outros bairros, seguiremos até completar essa segunda etapa que é de 11 km de asfalto”. Afirmou a gestora.

–  Maresia e Jussara

Após a primeira vistoria, a comitiva seguiu para os Bairros da Maresia e Jussara.

Nos dois locais, simultaneamente, começou a terraplanagem da Avenida Principal que segue pela Vila Pantoja, onde toda a extensão será asfaltada pela primeira vez na história.

“É a concretização de um sonho para a Raposa, especialmente para quem mora aqui no Jussara e Maresia, essas vias nunca receberam asfalto”, completou Talita.

O projeto prevê ainda a interligação de asfalto até a Avenida Carajá, onde fica situado a escola José França.

A prefeita do município de Raposa, Talita Laci (PCdoB), discutiu melhorias no setor de Turismo com profissionais que atual na área.

A reunião que aconteceu na semana passada, contou com a presença de representantes e Associados da Associação das Rendeiras, Associação do Turístico de Raposa, além dos secretários municipais de Turismo, de Infraestrutura, e Departamento de Limpeza.

Foram apresentadas demandas para o setor por parte da sociedade civil, e as devidas soluções propostas pelo poder publico municipal.

Dentre as principais reinvindicações, estão os problemas relacionados a segurança náutica, limpeza publica, ordenamento de espaços públicos e sinalização turística.

A prefeita ouviu atentamente e se comprometeu em atender dentro das possibilidades orçamentárias do município as solicitações dos que atuam no setor.

A vacinação contra HPV e meningite compreendeu todas as recolas da rede pública municipal de Raposa e conseguiu alcançar de cerca de 90% do público alvo, que são as crianças e adolescentes com idade entre 9 e 15 anos.

A última escola que a vacinação passou foi a Unidade Integrada Criança Esperança, na Vila Bom Viver, sob a coordenada da enfermeira Allana Cristina com o apoio do "Programa Saúde na Escola"- (PSE), coordenado por Marcela Sousa e Ediane Marques.

O HPV é fator de risco nas mulheres para câncer de colo de útero, vulva, ânus, boca, faringe, além de verrugas genitais e outras infecções. Segundo informações do Ministério da Saúde, são 15 mil novos casos de câncer de colo de útero todos os anos.

A secretária municipal de Saúde de Raposa, Tatiana Frazão, ressalta a importância da imunização contra o HPV também para os meninos, e comemora o resultado da campanha.

No caso deles, a vacina tem como objetivo proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus. Os cânceres de garganta e de boca são o 6º tipo da doença no mundo, com 400 mil casos ao ano e 230 mil mortes. Mais de 80% dos casos de câncer anal têm origem na infecção pelo HPV – alertou.

Para garantir a imunização contra o HPV serão necessárias duas doses com intervalo de seis meses entre elas. Manter a vacina em dia garante eficácia em torno de 98%. Diferente da vacina contra o HPV, a imunização contra a meningite será em dose única.