27
Thu, Jun

A prefeita de Raposa Talita Laci (PCdoB) parabenizou a equipe do município que consagrou-se campeã do Campeonato Maranhense de Beach Soccer sub-20, na manhã de domingo (23), na Arena da Lagoa da Jansen em São Luís.

“O beach soccer é tradição em nossa cidade, sempre estivemos entre os melhores do Maranhão nesse esporte, e esse título sub-20 só vem confirmar que não paramos no tempo, muito pelo contrário, temos uma nova safra de bons atletas que têm futuro brilhante. Me sinto muito orgulhosa de estar dando o apoio necessário para o crescimento do espote do município”, comemorou a prefeita.

Na grande final, o time de Raposa enfrentou a equipe de Tutóia. No tempo regulamentar o jogo teve o placar igualado de 2×2, a decisão então foi levada para os pênaltis, onde a e equipe raposense levou a melhor.

Além do título, a equipe também teve quatro atletas convocados para a seleção maranhense, foram eles: ‘Bebê, Moisés, Erick e Gustavo.

O secretário de Esporte Djalma Fonseca e o vice-prefeito Alan da Madeira – desportista e presidente de time Beach Soccer – acompanharam e deram suporte necessário para a seleção da cidade durante todo o campeonato.

O subprocurador do Município de Raposa, advogado Elson Dias, esteve reunido com o militares do Exército Brasileiro que comandam a Junta de Alistamento Militar do Maranhão para discutir a implantação da Junta de Alistamento na cidade.

No município, quem precisa de alistamento tem que procurar outras cidades para ter acesso ao documento. Diante da demanda, Elson explicou aos militares a importância da implantação que irá trazer mais comodidade à população.

“Ressaltamos que tal documento é essencial para ingressar no mercado de trabalho, participar de concursos públicos, tirar outros documentos, como passaporte, título de eleitor, carteira de trabalho e realizar a matrícula quando aprovado no vestibular para um curso superior ou técnico.”, ressaltou o subprocurador.

Ainda na reunião, Dias se colocou à disposição para intermediar o diálogo junto a prefeita Talita Laci, que está disposta a contribuir de forma institucional e logística para a chegada da unidade de emissão de certificado de alistamento.

No sábado dia 15, a prefeitura de Raposa por meio da secretaria municipal Cultura realizou o II Fórum Municipal de Cultura, que elegeu delegados e suplentes para representar o município na Assembleia Geral da Eleição do Conselho Estadual de Cultura do Maranhão.

O secretário Oliveira agradeceu o apoio e explicou que o Fórum também tem diversas finalidades. “O Fórum Municipal de Cultura é, antes de mais nada, um espaço de articulação, intervenção, troca de experiências e debates, buscando construir alternativas para as políticas culturais do município, envolvendo a sociedade local e outras instâncias de governo (estadual e municipal). Seu fundamento é o direito à participação cultural dos cidadãos, entendida de forma ampla, respeitando à diversidade cultural.” Disse.

Na ocasião, foram eleitos os três delegados titulares e seus respectivos suplentes que irão representar Raposa na etapa estadual. As representações foram escolhidas dentre os segmentos de livro, leitura e literatura; Música e Culturas Populares.

O evento realizado na escola Santo Antônio, bairro do Itapéua, contou com a participação de vereadores, secretários, populares e lideranças ligadas à cultura.

Com o tema “Garantia dos Direitos no Fortalecimento do SUAS”, a prefeitura de Raposa realizou entre os dias 13 e 14 de julho a V Conferência Municipal de Assistência Social. O evento contou com a participação da prefeita Talita Laci (PCdoB) e de dezenas de pessoas que lotaram a Club Estrela, no bairro do Inhaúma. Além de vereadores, usuários, sociedade civil, servidores e conselhos tutelares também estiveram presentes.

Durante a cerimonia, a Secretária Nádia Oliveira destacou que o objetivo central é analisar, avaliar e deliberar as diretrizes para o financiamento e a gestão com vistas ao aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

“A Conferência é um espaço de debate coletivo, onde governo e sociedade civil organizada têm a oportunidade de participar, discutir e avaliar a política pública, sendo parte de um amplo processo de diálogo e democratização da gestão pública, com a finalidade de definir as prioridades de ações para os próximos anos reconhecendo as responsabilidades de cada ente federado.” Explicou Nádia.

Por sua vez, a prefeita Talita Laci se mostrou entusiasmada com o trabalho realizado pela secretaria de Assistência Social. “Parabéns a todas as pessoas envolvidas neste evento. Este é um momento oportuno para a população raposense identificar o caminho que a Assistência Social traçou no município, seus avanços e desafios, tendo em vista o atual estágio de desenvolvimento da política”, salientou a gestora.

Após a leitura do Regimento Interno e explanações das autoridades, os participantes se dividiram em grupos para discutirem eixos temáticos. A conferência também elegeu os delegados para a Conferência Estadual de Assistência Social.

Com o objetivo a integrar e divertir, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), por meio da Secretaria Municipal de Saúde realizou na nesta quarta-feira (21), uma belíssima festa junina para os pacientes atendidos pelo órgão.

O evento que contou com um bazar solidário, foi prestigiando por populares, secretários e funcionários.

Como parte da programação, houve apresentação de danças, a exemplo da quadrilha sertaneja dos pacientes, competição de forró e a escolha do casal que mais se destacou no arraial.

O CAPS é um centro de reabilitação de pacientes com transtornos mentais, e o Arraiá faz parte dos projetos terapêuticos desenvolvidos pela instituição veiculada ao poder público, em Raposa liderada pelo Fisioterapeuta Rafhael Lutifi.

“A intenção do arraiá é garantir mais integração e inclusão social entre essas pessoas e sociedade.” Afirmou o diretor do Caps.