Nossa Cidade - Ponto Turístico

TURISMO

Raposa, onde a natureza, o artesanato, e a gastronomia formam um cenário cinematográfico.

 

Considerado como a maior colônia de pescadores cearenses no Maranhão, o município de Raposa possui como principais atividades econômicas, a pesca, o turismo e a produção e comercialização de artesanato em rendas de bilro, o que lhe confere uma excelente opção de roteiro turístico.

O Povoado que era frequentado por pescadores das comunidades dos municípios vizinhos, que mantinham seus ranchos por aqui, iniciou seu verdadeiro processo de colonização na década de 50, pelos imigrantes cearenses que fugiam da seca que castigava sua terra natal. A maior parte dessas pessoas veio da Região do Vale do Acaraú-CE.

Localizado na microrregião da Aglomeração Urbana de São Luís e Mesorregião do Norte Maranhense, o Município foi criado através da Lei Estadual 6.132 de 10 de novembro de 1994. Limita-se ao norte com o Oceano Atlântico – Começando no Extremo oeste da Praia de Olho de Porco, seguindo em direção nordeste margeando toda a sua orla marítima, passando pelas praias de Mangue Seco, Pacau, Garrancho, Carimã, Ponta das Ancas e Praia de Curupu.

A leste limita-se com o Município de Paço do Lumiar, passando pela Baia de Curupu, margeando toda a parte leste e sul da Ilha de Curupu, e segue em direção a foz do Rio Paciência, continuando até a foz do Igarapé do Cumbique.

Assumindo posição de destaque nos atrativos que a região Metropolitana de São Luís oferece aos turistas que visitam o Maranhão, Raposa tem na natureza seu maior patrimônio, onde suas praias, dunas, lagoas, igarapés e pequenas ilhas tornaram-se passeios indispensáveis para turistas e visitantes.

A construção do primeiro acesso rodoviário ao município, aconteceu em 1964 e o asfaltamento do trecho Araçagi/Raposa, em 1977. Em 1994, separando-se de Paço do Lumiar, o povoado de Raposa ganhou status de município e elegeu seu primeiro gestor municipal – José Laci de Oliveira. Realizando desta forma, o sonho de seus moradores.

O modo de viver da população, costumes, tradições e a relação com o mar encantam visitantes, especialmente durante o por do sol que ilumina um cenário paradisíaco formado por coloridas embarcações espalhados pela costa. A arte de construção de embarcações típicas, também chama atenção por ostentar a preservação de técnicas seculares do ofício.

A gastronomia é um capítulo à parte. Os pratos típicos a base de frutos do mar são destaque no menu de bons restaurantes que o município oferece, sem esquecer os pratos regionais. Anchova Grelhada, Arroz de Tarioba, Camarão Branco Recheado, Ostra Frescas, e uma imensa variedade de outras delicias locais, atendem ao mais exigente paladar.

Assim é Raposa, um município novo, mas que tem conquistado seu espaço no turismo maranhense pela beleza natural, sua arte, sua gente, que o tornam imperdível e singela opção do destino Maranhão.